24.3.06

 

Princípio (RPS)

Foi expressão que sempre me soou mal. Mas nunca comentei com ninguém nem inquiri nenhuma voz autorizada sobre o assunto. Até que, há uns anos, numa reunião familiar, um primo meu, médico, estava a contar uma história do seu quotidiano clínico e veio ao encontro da minha tese.
Falava ele de uma doente que quase diariamente ia lá ao Centro de Saúde. Tinha sempre um pretexto para lá ir. Estar lá servia, depois, de pretexto para "fazer só uma perguntinha ao doutor João".
A senhora, uma idosa reformada, tinha sempre uma queixa e expressava-a sempre associada à expressão "princípio de". Ela tinha tido, durante a noite, "um princípio de congestão", ou encontrava sinais e sintomas "de um princípio de uma crise de vesícula". Ou podia ser o marido que estava com "um princípio de gripe". Ou a nora que estava com "um princípio de uma depressão".

Que expressão mais irritante! Uma doença é coisa que se tem ou que se não tem. Não se tem um princípio.
Pode ter-se uma gripe ligeira, mas é uma gripe ligeira, não é um princípio de gripe. Pode ter-se uma indisposição gástrica, mas isso não é um princípio de indigestão nem de coisa nenhuma!
Também eu, em conversas do meu quotidiano que não é clínico, ouço frequentemente a expressão "princípio de uma doença qualquer". Há também quem use no plural: "princípios de...".
Princípio(s) de gripe? E ficou parado, ali no princípio?
Princípio(s) de infecção urinária? E não ata nem desata?
Princípio(s) de esgotamento? E o meio e o fim não teve?

Comments:
eu acho que tu estás num estado avançado de blogomania e com
um princípio de postamania aguda

e ainda com um principio de genialidade.
 
concordo! o principio só é principio se houverem também um meio e um fim!apoiado!
 
Já o nosso grande cineasta fez um filme mesmo a pensar neste post do RPS que se chama O Princípio da Incerteza!!!
 
Concordo, isto de facto ou é ou não é!
Mas há quem diga também uma gripezinha, ou uma indigestãozita. Mas sempre é melhor...
 
Em princípio, és capaz de ter razão.
 
Estou com um princípio de uma surdez... é verdade!
 
e que me livre do fim!!!!
 
em principo gostei de ler...eheheh (é só para irritar)

opss mas essa da velhinha era obvio, não é principio de nada, é simplesmente e infelizmente solidão

jocas maradas
 
Não há tal coisa de princípio de...
Mal "acomparado", doença é como gravidez: ou se está ou não se está...
 
Eu costumo usar mais o princípio de embriaguez!!!
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?